Conheça o Firewall pfSense

Firewall de primeira com preço OpenSource

O uso de software opensource fica cada vez mais interessante para grandes empresas que buscam uma oportunidade de trabalhar com plataformas baratas e de qualidade como o Linux. Encontrar um firewall livre que seja mais simples de usar e consiga proteger a rede de ameaças externas com eficácia pode ser fácil, e o pfSense veio provar isso.

Nesse post você vai entender um pouco mais o que é pfSense, como ele pode ser uma boa oportunidade para redes e quais são suas principais características e vantagens. Acompanhe!

O que é o pfSense? 

O pfSense é um software livre e gratuito com base no sistema operacional opensource FreeBSD que foi adaptado para trabalhar como um firewall ou até mesmo como roteador de redes, e funciona em sistemas Linux. Desde sua primeira versão em 2004, seu uso cresce bastante por ser um sistema que pode ser instalado em diversos tipos de hardware, atendendo às necessidades de diferentes negócios e por ter a capacidade de expansão através do uso de inúmeros pacotes que podem modelar o uso da rede.

Quais as principais características do pfSense?

O pfSense trabalha com a maioria dos recursos que firewalls tradicionais oferecem - como bloqueio e controle de acesso e monitoramento de tráfego - mas por ter código aberto ele não tem tantas limitações e pode ser modificado e melhorado. Mesmo sem conhecimento aprofundado de sistemas UNIX, usuários conseguem instalar e configurar o serviço sem grandes dificuldades. Outros recursos adicionais que o pfSense também oferece - como a configuração de VPN (Virtual Private Network), geração de chaves RSA, e monitoramento de tráfego - fazem dele uma boa opção na hora de escolher o serviço.

Entre as principais características e vantagens do pfSense podemos destacar:

Interface configurável

Ao invés de linhas de código, como normalmente é o caso de firewalls opensource, o pfSense oferece uma interface web fácil de usar que pode ser configurada pelo usuário.

Pacotes de expansão

Por trabalhar em código aberto, o pfSense possui uma infinita variedade de pacotes que permitem a expansão do sistema. Eles permitem diferentes tipos de acesso, relatórios detalhados da entrada e saída de dados, formas de exportar configurações, e muitas outras funcionalidades.

Liberdade de hardware 

O pfSense permite a instalação em diferentes tipos de hardware, e não é comercializado junto a um equipamento específico como é comum em sistemas de firewall comerciais. Para ajudar na hora da instalação, o pfSense.org oferece um guia de hardware recomendado para as necessidades de cada negócio.

Tabela de estado com mais controle

A tabela de estado permite que usuários verifiquem o tráfego e as configurações das redes usadas. Firewalls tradicionais já permitem esse acesso, mas o pfSense consegue um controle muito maior sobre ela graças ao Packet Filtering do OpenBSD.

Relatórios de uso

Além da tabela de estado, é possível monitorar estatísticas como o estado do firewall, rendimento total e individual do sistema, tempos de resposta, utilização da CPU, e pacotes enviados e recebidos.

Aprenda como usar o pfSense

Para conseguir explorar as vantagens do software opensource do pfSense, é importante contar com uma certificação que ensine as melhores formas de usar a plataforma e como configurar funções específicas, como definir o balanceamento de carga multi-wan e definir as regras de NAT. Ter esse conhecimento pode ajudar técnicos a conseguirem oportunidades de emprego em grandes empresas que já trabalham com o pfSense internamente.

Quer aprender mais sobre pfSense? Conheça o curso da Certificação Linux!




Tags #Linux #Nagios #Monitorar #Servidores #Rede




Gostou? Quer receber notificações dos nossos posts ?





Certifica√ß√£o Linux √© uma empresa Parceira Autorizada dos programas oficiais de treinamento do Linux Professional Institute e CompTIA. Isso √© credibilidade e seguran√ßa para voc√™. Nossos Clientes Nossos principais clientes: Algar, Ambev, Embratel, Banco do Brasil, Globo, HP, HSBC, Ita√ļ, NET, Petrobras, Bradesco, Vivo, TIM, UOL, USP, Caixa, Correios. Depoimento do Luis Fernando Targas
Depoimento do Mateus Schott
Depoimento do Daniel Lenharo
Depoimento do Waldo Eller
Depoimento do Paulo Ramos
Depoimento do Luiz Melo